sábado, 9 de maio de 2015

{Resenha Crítica} Chappie


Caro amigo,

Fui ao cinema essa semana conferir o filme "Chappie" e olha... tenho muita coisa pra falar.



Em uma "época boa pra ser nerd", com o lançamento de "Vingadores", o filme Chappie se encontra ali em cartaz, quietinho, meio escondido. A terceira ficção científica do diretor Neill Blomkamp nos leva à uma África do Sul enfestada pelo crime num futuro nem tão distante. 
Nesse era distópica, a polícia está sendo substituída por robôs com inteligência artificial criados pelo cientista Deon (Dev Patel, Skins, Quem quer ser um milionário). Como bom cientista, cheio de ambição, ele deseja mais: criar robores com emoções humanas. Porém, essa ideia é recusada pela coordenadora da empresa de segurança para a qual ele trabalha, pois essa não vê necessidade do projeto, além do custo ser bastante alto. Isso soaria bem previsível no filme, mas um ponto forte de Blomkamp é o trabalho na questão social. Ele consegue colocar nos personagens a preocupação com possíveis crises e isso dá um aspecto realista muito interessante. Apesar de Deon apresentar uma possibilidade de experiência com um robô que apresentou defeitos e que não teria custo algum, a coordenadora ainda vê o projeto como inútil. 
O cientista, então, rouba o robô defeituoso da empresa para ele mesmo implantar o projeto. Ele colocaria no robô um sistema de emoções humanas, mas que o robô iria adquirindo, assim como um bebê recém nascido. Um questão trabalhada na formação da personalidade onde as pessoas que estão ao redor são de grande influência e importância. 
Em posse do robô, Deon é sequestrado por um trio de ladrões que querem usar a máquina para um assalto. 
Die Antwoord
Esse trio de ladrões é formado por Ninja, Yolandi (do grupo sul africano Die Antwoord) e Amerika (Jose Pablo Cantillo). Para os críticos do cinema, a escolha dos músicos foi um erro, afirmando uma má atuação. Já para os fãs de cinema, a presença dessa dupla trouxe realismo ao filme e são personagens de características únicas e muito importantes. Ninja é o típico durão, cheio de marra (no filme e na vida real) e Yolandi é a garota rebelde, cheia de personalidade (no filme e na vida real) e dá o toque feminino necessário ao filme. 

O robô é criado e, nesse ambiente peculiarmente familiar, aprende a falar, identificar as coisas e aí você percebe a influência que as pessoas ao redor tem. Yolandi o ensina as coisas principais, explica o funcionamento e tem aquele carinho aparentemente materno. Amerika ensina gírias, poses de gangster... seria o irmão rebelde (?). No contexto familiar, Ninja seria o pai ausente que não dá atenção nenhuma ao filme e é uma péssima influência. Deon, o criador, ensina os valores, a ser uma boa "pessoa", e o faz prometer que nunca faria nada de errado. 
Sim, Yolandi está lendo um livro pra ele nesse ambiente totalmente fofo.
E sim, Chappie está cheio de "tatuagens", assim como Ninja. 
Chappie precisaria "crescer" para poder ser utilizado no assalto e, boa parte do filme mostra o seu amadurecimento. Levando na questão social e relacionando com a vida real, a intenção talvez seria mostrar a importância que a presença dos pais tem para o crescimento de um filho. 
Tem um momento em que Chappie começa a falar gírias sem parar, não respeita ninguém então Deon chega com seu ar paterno, falando o que um pai falaria para um filho numa hora dessas e isso é incrível. 

Sem dar spoilers, sempre tem o filhodaput@ invejoso que quer acabar com tudo, né?!
Vincent (Hugh Jackman, Wolverine) é um engenheiro extremamente agressivo e invejoso que trabalha na mesma empresa que Deon. Ele também tinha um projeto de inteligência artificial, mas com um aspecto bastante intimidador que não foi aprovado. 

Como ponto positivo para alguns e ponto negativos para outros, o diretor abusa do drama. Cenas fortíssimas que mexeram com o emocional de muita gente e causaram raiva em quem estava esperando guerras, explosões, sangue (óleo?) e muita ação. 
Todo drama dessa distopia está baseado nas emoções de Chappie e tudo que ele adquire dos humanos. 
Uma das cenas mais fortes é quando Ninja o obriga a aprender a atirar. Você em Chappie uma criança. Assustada. Impressionada. E com muito medo. Os gritos e agressividade em cima das reações assustadas do robô causam um efeito de emoção em que você é levado a imaginar isso na vida real, onde crianças tem convívio com pessoas muito agressivas.
O desejo é entrar na tela do cinema e dar um abraço, daqueles que mostram proteção. 

A relação criador e criação tem seus altos e baixos. Como o robô estava marcado como defeituoso, eles precisam descobrir uma maneira de consertar, já que o tempo útil de Chappie está acabando. 

Outro ponto perceptível no filme foi em como o diretor quis mostrar uma "simplicidade" científica. As emoções eram guardadas em um arquivo .dat e transmitidas em um computador simples. E pensar no quanto seria complexo trabalhar com a consciência humana...


Um fato que deixou os críticos bem afiados foi no roteiro e no mau aproveitamento do elenco. Sigourney Weaver (Avatar, Alien), a coordenadora da empresa teve pouca participação e quase nenhuma influência. Hugh Jackman só teve real importância na parte final e sua personalidade como ator foi pouco trabalhada. A grande participação dos músicos Yo-landi e Ninja foi altamente criticada. E ainda julgaram fraca a atuação de Dev Patel.
Particularmente, eu achei incrível a presença de personagens reais (Yolandi e Ninja). Fiquei apaixonado pela atuação da Yolandi e senti que deu um ar totalmente inesperado, mas de forma positiva. Achei que ela representou bem a única participação feminina de importância no filme. 

A trilha sonora deixou muito a desejar. Não se destacou em momento algum e poderia ser mais aproveitada nas cenas de drama e ação. 
A rápida aprendizagem de Chappie em falar, entender e questionar se contrapõe com seus erros de conjugação e isso foi tomado como falha. 


Um filme com ótimo efeito visual, futurista, cult e muito bem trabalhado nas cenas de ação. Os estilos peculiares do trio de ladrões dão um aspecto diferente e atrativo.
Uma ótima abordagem social, pregando valores familiares e culturais e que ainda retrata os valores da amizade, a ambição, a inveja, a sede de poder e a aproximação da realidade. Infelizmente, uma arriscada tomada ao drama que não foi aceita pelos críticos mas que torna o filme um ótima dica para se ver com a família, amigos ou num domingo a tarde. 
Destaque ainda para o paradoxo entre máquina e ser humano, ficção e realidade e o abuso de limites entre eles. 
Nota: 4,5.

Trailer: 

Conheça Die Antwoord:

Um abraço!
Markus A.

38 comentários:

  1. Por que raios eu não conhecia esse filme???
    Amei esse drama robótico todo, rs.
    Anotadíssima a dica!

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alessandra! Se você gosta de robôs e dramas, esse filme é ótimo! haha
      Beijos

      Excluir
  2. Oi Markus, tudo bem? Ainda não conhecia esse filme, mas acho que ia curtir bastante. Adoro filmes de FC e se tem drama, para mim melhor ainda, hahhaha
    Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gih. Tudo ótimo. Acho que você ia gostar mesmo hahah'

      Beijoo

      Excluir
  3. Olá!!

    Esse não é o meu etilo favorito de livro sabe? Sou das comédias romanticas, mas sei que meu namorado AMA, então mesmo sendo mais pro drama do que pra ação ele vai gostar. Dica anotada.
    parabéns pela resenha que está extremamente completa ;)


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana. Ficção não é meu estilo favorito também, mas mesmo assim eu amo muito. Um ótimo filme pra tu ver com namorado. Garante até umas lágrimas! hahah
      Beijoos

      Excluir
  4. Não conhecia esse filme, mas pelo que você disse ele deve ser ótimo. Agora quero muito assistir.
    <3 http://luxuosoestilo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana. Assista sim! É muito bom <3
      Beijos

      Excluir
  5. OI Markus!
    Eu estou doida para ver Chappie, mas ir no cinema anda bem carinho ultimamente. Saudades das locadoras hahah
    Mas, mesmo com seus autos e baixos do filme, sua resenha me deixou ainda mais animada para ver o filme. Parece o tipo de filme que eu gosto. Espero não me decepcionar com Chappie!
    Beijos

    LuMartinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lu. Espero que você não decepcione com o filme quando ver. Realmente ta mto caro ver no cinema, mas... kkkkkkkkkkk

      Bom Filme!
      Beijoos

      Excluir
  6. Que viagem kk achei legal a ideia, mas pra que diabos criar um robô com emoções? Eles não são tecnicamente "reais", acho que isso daria um nó do caramba na cabeça das pessoas

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol. Realmente... pra que ? kkkkkk A viagem desse filme é muito legal. Vale a pena.
      Beijos

      Excluir
  7. Olá,
    Não gosto muito desse tipo de filme, por isso não me animei com a dica.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Inês. Não agrada a todos ne ? kkk
      Beijos

      Excluir
  8. Oi!
    Não tinha ouvido falar sobre esse filme mas gostei bastante da dica, élo que vi parece ser muito bom, não sabia que estava em cartaz.
    Abraço!
    Leitura Fora De Série

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Guilherme. Esse filme ficou bem escondido porque foi lançado numa data aproximada do lançamento de Os Vingadores. :/
      Mas é um ótimo filme!
      Abraços.

      Excluir
  9. Olá! Nossa, que interessante! Não tinha ouvido falar ainda...

    Bem que eu queria ir ao cinema, mas não tem na minha cidade, que pobreza hahaha

    Beijos
    albumdeleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Milena, te entendo !!! Até eu mudar pra capital eu sofria com isso também ! kkkkkk
      Beijoos

      Excluir
  10. Oi Markus, nossa que filme interessante, irei procurar sim! Abraços!

    joandersonoliveira.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Joanderson ! Quando assistir, me conta o que achou! :)

      Abraço

      Excluir
  11. Oi, o filme parece ser muito bom, tava tentando lembrar de onde eu conhecia esse ator e é de skins, hahaha, já tá na minha lista de filmess

    http://chadesaudade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SKIIIIIINNNNS <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 (eu gritei isso quando vi ele na tela)
      hahahaha

      Excluir
  12. Uol , pelo nome e capa eu não tive curiosidade não, mas qdo comecei a ler a idéia mudou, morta de curiosidade *-*

    Quer saber tudo que rolou na visitinha relâmpago de Kim Kardashian no BR ? To contando tudo no blog, passa lá ;*
    http://blogmaniademulherzinha.blogspot.com.br/2015/05/lancamento-colecao-kim-kardashian-west.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm nao tinha interessado no nome e nem na capa. Acho que não ficaram muito relacionados à mensagem do filme! :/

      Excluir
  13. Não ouvi falar desse filme
    deve ser muito bom
    acho que eu ia gostar
    valeu a dica
    ⋙ ♥ Blog Livros com café

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii ' é muuuuuito bom :3
      Não deixe de assistir.
      Beijos

      Excluir
  14. Olá Markus, tudo bem contigo ???
    Infelizmente no cinema que eu tenho o costume de ir (por ser mais perto de casa, rsrsrs) não está passando Chappie ... Acredito que em outros cinemas da cidade o filme esteja em cartaz, mas como são todos muito distantes do local onde moro, eu acabo deixando de lado e não assistindo.
    Eu vi o trailer desse filme já faz um bom tempo, adorei o trailer na época em que o vi, o que eu posso dizer, tenho um certo carinho por filmes com robôs !!! Mas confesso que o que mais me interessou foi a presença da dupla Die Antwoord !!! Gosto bastante dos dois, principalmente por possuírem uma personalidade diferente e que muitas vezes me lembra do amado e odiado Marilyn Manson (que aparece no clipe de Ugly Boy).
    Fiquei feliz por saber que o filme te agradou, espero ter a chance de conferir essa história em breve !!!

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ryoko. Tudo ótimo e contigo?

      Siim, eu tambem fiquei muito mais interessado com a presença da dupla Die Antwoord. Ele são demais e eu adoro as músicas deles.
      Espero que você possa, um dia, assistir esse filme. Ficou muito bom.

      Beijooos.

      Excluir
  15. Oi Markus!
    Lembro de ter visto esse filme em cartaz no cinema e até vi o trailer, mas aí eu vi que era bem de drama e não sou muito fã desse gênero. Gostei da sua resenha, foi bem completa. Acredito que se tiver a oportunidade, assisto. Quem sabe não mudo de opinião.

    Beijos
    Daisy - nuvemdeletras.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Daisy ! Já eu sou apaixonado por drama kkkkkkkk. Mas assista assim, não vai arrepender. Beijoo

      Excluir
  16. Oi Markus! Olha eu sumido :p

    Que eu amo ficção, todo mundo sabe, mas... CAC#T3! :o Que filme é esse!? Não é nem pelo enredo ou seus comentários, e sim pelas imagens do filme que você selecionou *----*

    Vou correndo conferir :3 (Não curti bastante o trailer, mas... casos são casos ._.)

    Abs!

    Leitura Silenciosa | Blog | FanPage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jhonatan, sumido!
      A fotografia desse filme é sem comentários. O trailer não representa nada do filme. Pegaram só as cenas de ação hahahah
      Abraço

      Excluir
  17. Olá.
    Estou me sentindo um E.T pois não conhecia a obra. Adorei sua critica, quero assistir o filme para tirar minhas conclusões.

    http://blogexplicita.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rebeca. Não se sinta um ET hahahaha o filme foi pouco divulgado :/
      Assista sim!
      Beijoo

      Excluir
  18. Como eu não conhecia esse filme antes??
    PRECISO
    Beijos, Tabatha
    http://aproveiteolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi
    Eu não conhecia esse filme e a premissa parece ser interessante, pena que algumas coisas pecaram e foi ruim para a critica, pelo menos você gostou.

    http://momentocrivelli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Denise. Apesar dos furos, eu amei o filme. A crítica o condenou :/
      Beijos

      Excluir